As esculturas em bronze do Museu de Arte de São Paulo (MASP)


Alberto José Alves, Alberto Alves Filho e Alcino Ribeiro de Lima

A história da fundação do Museu de Arte de São Paulo em 1947, resultado de uma decisão de Francisco de Assis Chateaubriand Bandeira de Mello , está fartamente documentada em várias publicações. Ao longo dos quase sessenta anos do museu muito se escreveu sobre a formação da coleção, sobretudo por Pietro Maria Bardi , à frente da instituição como diretor por quase cinqüenta anos, fato provavelmente inédito no mundo dos museus, e também pela circunstância de ter sido ele aliado de Assis Chateaubriand na empreitada.

As esculturas em bronze do MASP

Alberto José Alves e Alberto Alves Filho, com Alcino Ribeiro de Lima , foram os doadores ao MASP da coleção de 73 esculturas em bronze de autoria de Edgar Degas, incluindo A pequena bailarina de catorze anos.

Em documento manuscrito da contabilidade do museu, folha 169, de 31 de janeiro de 1954 há referência à remessa feita em 7 de novembro de 1951, por intermédio do Banco do Brasil à ordem de The Hannover Bank de Nova York, de 25.000 dólares ao câmbio de 18,72 cruzeiros para pagamento de esculturas de Degas. Com as despesas de impostos, selos, comissão etc., o valor atingia 493.914 cruzeiros. Na mesma página consta outra remessa, de 18 de janeiro de 1952, também pelo Banco do Brasil para o Guaranty Trust Co of New York a favor do Swiss Bank, a crédito de Marlborough Fine Art Ltd, de 31.000 dólares também para o pagamento de bronzes de Degas e, nesse caso, com as despesas inclusas a soma foi de 629.824,60 cruzeiros.

As esculturas foram adquiridas na Marlborough Gallery, em Londres, e entraram para o acervo em 27 de julho de 1954. No dia 18 daquele mês O Jornal, principal jornal de Chateaubriand no Rio de Janeiro, anunciava a apresentação das obras para a sociedade carioca no Palácio do Itamaraty, na antiga capital federal, fato que foi amplamente registrado. E a partir de 1o de agosto os jornais de São Paulo noticiaram que elas já estavam expostas para o público do MASP.

Banqueiro, amigo de Chateaubriand.
Alberto José Alves nasceu em Alfenas, Minas Gerais, em 1881 e começou a vida como advogado. Empreendedor, fundou uma fábrica de tecidos em Guaranésia, e em 1950 assumiu com os filhos e enteados (sua mulher, Margarida Ribeiro Alves, era viúva e já tinha filhos) o controle da tradicional loja de departamentos Mappin, em São Paulo (hoje extinta) que foi administrada de 1950 a 1982 por seu filho mais novo, Alberto Alves Filho (Guaranésia, 1913- São Paulo, 1982), também doador dos bronzes. Um dos enteados de Alberto José Alves era Alcino Ribeiro de Lima, o terceiro doador das esculturas de Degas.  obs.: Para saber mais consulte o site Cores Primárias

Deixe um comentário. Sua opinião é muito importante!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s