Filarmônica de Guaranésia


Em 1920 foi criada a “Filarmônica Guaranesiana” sob a direção e regência do maestro Pedro Fontoura.

Para ampliar as fotos basta dar um clique na mesma.

 

31 comentários em “Filarmônica de Guaranésia

  1. Jamais vou esquecer-me de tantos e queridos amigos de meu pai,Pedro Fontoura. Lembro-me de todos, inclusive ,é claro do querido Geraldo e seus irmãos. Saudades imensas! Abraços a todos vocês, descendentes da família Zaccaro, meus queridos conterrâneos !!!

  2. Pessoal de minha amada terra, meus conterrâneos, meus AMIGOS antigos e a vocês jovens,…filhos, netos, sobrinhos,primos, de meus inesquecíveis contemporâneos guaranesianos, sou mais uma filha dessa abençoada terra de Santa Barbara, sou Neyde Fontoura . A filha da costureira Maria e do maestro Pedro…ah que saudades ! Permitiu-me DEUS , encontrá-los pela internet e surpreender-me , até às lágrimas, ao deparar-me com notícias da Filarmônica Guaranesiana . E não menos surpreendente o relato da família ZACCARO e as homenagens a ela prestadas. Impossível será esquecê-los. Em minha memória, já bastante gasta, mantenho-os muito vivos. Gente boa, amiga e de grande coração. Mantenho comigo muitas fotos …nem preciso dizer antigas… de meus tempos maravilhosos, vividos em minha amada terra. “ foi bão dimais ,sô, ô trem bão uai!!! Gostarei muito ,se me permitirem, continuar em contato com vocês!

    A beleza de uma cidade se revela através do povo que nela habita, assim

    JUVENTUDE GUARANESIANA , nossa cidade continua linda

    porque VOCÊS EXISTEM !!!!!!

    1. Gostaria de saber se meu comentário, chegou até vocês e se aprovado, poderei participar deste magnífico trabalho elaborado pelos meus conterrâneos. Com saudades e agradecendo a todos vocês, meu abraço.
      Neyde Fontoura.

      1. Olá Neyde, boa noite. Seu comentário chegou sim e está poublicado. Será um prazer receber sua colaboração. Se puder nos enviar mais informações sobre o sr. Pedro e a Philarmonica te agradeço desde já. Gostaria de acrescentar no livro. Caso seja possível, envie para o meu e-mail profivan@yahoo.com.br o mais breve possível. Só tenho até dia 18/11 para inserir dados no livro. Vai ser publicado em dezembro em Guaranésia e você e todos os seus estão convidados. Muito obrigado. Prof. Ivan

  3. Caros amigos do blog. Procuraremos mais fatos e fotos sobre a família Zaccaro. Um aspecto interessante, que poucos sabem, mesmo os da família, é que o vô Braz chamava-se Biasi Zaccara, e quando chegou ao Brasil o nome foi “abrasileirado”. Quando tornei-me cidadão italiano tive que alterar o patronímico. A Tia Norma, esposa do tio Toniquinho, informou que ele havia nascido em Lauria, Itália, e desta informação começou o processo de cidadania, hoje completo. É uma pena que todos se foram, pois apesar de simples é uma bonita história de família. Fica o legado para os filhos, netos e bisnetos.
    Recentemente estive em Guaranésia, Guaxupé e região. Deu saudade da época em que viajávamos de trem (Maria Fumaça) de São Paulo para Guaranésia pela linha Mogiana.
    Beijos a todos.

      1. Boa tarde Yvany.Tem razão, a esposa do Toniquinho era a Odete, que eram meus tios.A Odete era irmã de meu pai Juquinha.

  4. Jose Carlos Ciuffi…Tive o prazer e a honra de tocar com seu avô Nicolino Ciuffi, juntamenteo com meu pai, meu irmao Dagoberto e meu irmao Antonio Roberto, que hoje devem ter formado outra Filarmonica Guaranesiana no ceu com o Maestro Pedro Fontoura, Torraca, e tantos outros nomes que ja estao no andar de cima. Tenha certeza que um dos maiores baixistas (baixo Tuba) que existiram foi seu avô Nicolino…Vc deve ser orgular do seu avô, que alem de excelente musico, era um excelente carater e uma pessoa maravilhosa, conhecida de todos em Guaranésia. Hoje moro em Brasilia, vou a Guaranesia as vezes rapidamente, e me emociona a Filarmonica sob a regencia do Penca atualmente.

  5. NAO TENHO PALAVRAS PARA DIZER SOBRE GUARANESIA,CIDADE QUE TENHO E TEREI EM MEU CORAÇAO PRO RESTO DE MINHA VIDA.ONDE CRESCI VIVI MINHA INFANCIA .TIVE O PRAZER DE ESTUDAR MUSICA COM MAESTRO BRAGA QUE SEMPRE ME DEU MUITA ENERGIA PARA DEDICAR E ESTUDAR MUSICA .QUANDO ,PARTIU,SENTI UM GRANDE VAZIO EM MEU PEITO.E NUNCA ESQUECI DO QUE ME DISSERA :VA ENFRENTE NUNCA DESANIME :HOJE VIVO EM SAO PAULO TENHO UMA ESCOLA DE MUSICA (ESCOLAARTVIVA.COM.BR JABAQUARA)ONDE DEDICO E PASSO MAIOR PARTE DO MEU TEMPO E TAMBEM DIGO PARA TODOS ALUNOS DE MINHA ESCOLA :VA ENFRENTE NUNCA DESANIME:
    COMO THIAGO MIGUEL DISSE,TAMBEM TIVE O PRAZER E PREVILEGIO DE TOCAR COM TONICO,GINO,PENCA,PENQUINHA,DOLORES ROBERTO MOTORNEIRO…….SAUDADES DAS ALVORADAS,FESTAS JUNINAS E CORETO.QUE DEUS ABENÇOE TODOS VOCES E QUE DEUS TENHA NOSSO MAESTRO (PEDRO LEAL BRAGA EM UM BOM LUGAR.

  6. Para que a família Zacaro veja, acessem a página Encontros Culturais 1 – Registro em Super 8, e atentem para a tempo 7:36 (contagem regressiva). No Bombardino, Tonico Zácaro.

  7. Parabéns pela página sobre a Filarmônica de Guaranésia, uma das melhores de Minas na época. Regida por Pedro Fontoura, tinha mesmo vários da família Zacaro. Tive o privilégio de tocar com Tonico Zácaro (bombardino) e Gino Zácaro ( que além do sino do Carvalho Brito, tocava trombone também) já na Corporação Musical Santa Bárbara, quando comecei a tocar na banda. Sugiro que esta página seja estendida para a Corporação Musical Santa Bárbara que toca aos domingos no coreto de cima, pois assim poderemos também homenagear o Penca (sax e maestro), os saudosos Penquinha (clarineta) e Pedro Leal Braga (maestro incansável), Dolores (percussão), Derval (percussão), Gelso Galate (tuba), Nego Luquinha (piston), Roberto Motornero (trombone), Luiz Alberto (piston) e Francisco (sax) (filhos do Chicão Nardi), Neimar (clarineta), Ronaldo Marrom (trombone), Pedro (percussão), João Madeira (clarineta), Julio (percussão), Edválcio (piston) e tantos outros.

  8. Tereza Cristina e Christiano Zaccaro
    A Família Zaccaro merece uma página neste Blog. A Saparia dos Zaccaro marcou época em Guaranésia…Brás Zaccaro, o patriarca
    da Família era um imigrante italiano, que trabalhou, criou muitos
    filhos e era uma figura marcante na cidade… quem é que não conhecia
    o Brás Sapateiro e seus filhos?
    Minha Tia Helena Vila era casada com José Zaccaro.

    Umabraço

  9. Nasci em Monte Santo mas passei quase toda minha infancia em Guaranésia.
    Cidade encantadora, que vai estar sempre dentro do meu coração, esteja aonde estiver, onde vivi uma infancia maravilhosa.
    Moro atualmente em Sorocaba, S.P., mas sempre que posso vou matar a saudade nesta querida terra.
    Guaranésia cresceu muito, mas o centro da cidade é o mesmo da minha infancia, o que faz lembrar -me sempre com emoção daqueles dias felizes da meninice que não volta mais.
    Que Deus abençoe sempre esta cidade assim como seus habitantes.

    1. ola Jose, meu pai tocava clarinete e era amigao do Nicolino que nao saia da minha casa, pergunte aos seus pais se conhecem o Bertinho pedreiro e a Nina da prença de ladrilhos. Eu brincava todo dia que a banda ia tocar ao lado do coreto . Tive aulas com seu Pedro Fontoura maestro. Tenho muitas saudades daquele tempo. A proposito meu sempre falaou muito no Nicolino e ele gostava demais dele. um abração

  10. Bom. Sou natural de Guaranésia, assim como minha irmã, que deixou a mensagem sobre nosso pai, o trombonista. Mas é bom lembrar que também estão na foto o nosso tio Gino, Janu e Toniquinho. Uma linda lembrança de nossos parentes. Agora moro em Guará que não é nésia, é tinguetá. Abraços a todos. Christiano Henrique Zaccaro, neto do Brás Zaccaro, da sapataria de Guaranésia e do Chico Camilo, do açougue.

    1. Ola Christiano! Minha tia Odete(irmã de meu pai)foi casada com o Tonico Zaccaro.Meus primos o Antonio Henrique e o Tadeu(falecido recentemente).Um abraço!!

    2. Janu Zaccaro faleceu recentemente em São Caetano do Sul -SP aos 95 anos. Todos os irmãos Zaccaro ja morreram. A Famlia Zaccaro da Sapataria Zaccaro marcou época. A minha familia toda mandava fazer sapatos e botinas nessa histórica sapataria, assim como grande parte das familias de Guaranésia.. Os rapazes quase todos tocavam na Banda.A Iolanda Zaccaro faleceu em 2011.OI Christiano, Geraldo, Teresa Cristina Zaccaro, Beatriz Zaccaro Pardini e demais netos de Braz Zaccaro, escrevam a hiastória dessa familia e mande para essa blog. Abraços Yvany Dias Vila
      yvanyvila@terra.com.br

  11. O Sr. Geraldo Zaccaro, meu pai(falecido) está nesta foto, com o seu trombone de vara, a esquerda, ao lado da tuba. Que saudades das férias que eu passava em Guaranésia!
    Um beijo aos meus conterrâneos de Guaranésia.

    1. Ivan, veja esse post da Tereza Cristina Zaccaro Covielo, ela identifica seu pai Geraldo Zaccaro atrás a esquerda com seu trombone ao lado da tuba. Eu o conheci é ele mesmo. Abraços

Deixe um comentário. Sua opinião é muito importante!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s