Parochia de Santa Bárbara

Página

 

Vista da primeira Igreja de Santa Bárbara das Canoas fundada em 1855

História da Paróquia

O primeiro livro do Tombo começa em 1896, portanto perdeu-se a história da Paróquia neste período:
1858 a 1895.

Padre Braz Mazzaro (1896 a 1902) encontra a matriz descuidada.
Em 1896:

Provisionamento da Capela de São João da Fazenda Fortaleza, de Cândido de Souza Dias.
Em 1897:

Provisionamento da Capela de Santa Cruz da Prata, ambas outorgadas por D. Joaquim Arcoverde de

Albuquerque Cavalcanti da Diocese de São Paulo.
Em 1902:

Já pertencíamos à Diocese de Pouso Alegre.
Em 1903:

Padre Nicolau Scuracchio é nomeado Pároco. Cria o Apostolado do Sagrado Coração de Jesus.
Em 1904:

Assume o paroquiato o Padre Samuel Fragoso. Nesse ano são fundadas as Irmandades: Confederação do Divino Espírito Santo – Filhas de Maria e São Vicente de Paulo. Organizam-se o Catecismo e o Coro.
Em 1906:

Já eram celebradas as Festas de São Sebastião, do Sangue do Coração de Jesus, do Divino Espírito Santo, de São José, do Rosário, de Santa Bárbara e do Natal.
Em 1907 e em 1908:

Pe. Braz Mazzaro assume novamente a Paróquia. Há o Primeiro Movimento Missionário.
Em 1909:

Pároco – Pe. Nicephoro Correia de Morais.
Em 1911:

Pe. David de Mota e Pinho.
Em 1913:

Pároco Cônego José Philippe da Silveira.
Em 1914 :

Pe. José de Alencar e Souza. Estabelece-se a Irmandade da Terra Santa.
Em 1915:

É fundada, oficialmente, a Conferência São Vicente de Paulo.

Em 1922: novo Pároco – Pe. Dr. Alcindo Gonzaga Pereira. Fundou a Associação das Damas de Caridade e a Despensa de São Vicente. Fundou a União Católica dos Moços. Houve a primeira Procissão de Corpus Christi. Foi fundada a Associação de São Luiz Gonzaga, e a Capela de Bom Jesus inaugurada.
Em 1923 :

Funda-se a Irmandade de São Benedito.
Em 1924:

É nomeado o Pe. José Maria Martinez.
Em 1925:
Pe. Messias Bragança.
Em 1928:
Pe. Eusébio Leite.
Em 1929:

D. Ranulfo sagra o altar-mor, o primeiro da Diocese em honra à Santa Bárbara; onde há relíquias de São Honorato, São Valentim e São Vital.
Em 1935:
Pe. Ricardo Grella.
Em 1942:

Foi organizada a Juventude Feminina Católica. Foi introduzido o Retiro Espiritual nos dias do Carnaval.
Em 1945:

Foram criadas a Liga Católica de Jesus, Maria, José e a Pia União das Filhas de Maria em Santa Cruz da Prata
Em 1946:

Houve a renovação da Consagração da Paróquia à Imaculada Conceição. Comemorou-se a primeira festa à Santo Antônio, que é a segunda em importância.
Em 1947:

Realizou-se em nossa Paróquia a Quinta Concentração Mariana da Diocese.
Em 1948:

Há a primeira menção à Festa de São Vicente.
Em 1949:

A Paróquia adquire uma casa à Rua Floriano Peixoto.
Em 1950:

Houve o desmembramento da Paróquia de Nossa Senhora Aparecida e de Santa Cruz da Prata. Foi desmembrada ainda, da Conferência de São Vicente, A Conferência de Santo Antônio e criado um Conselho Particular das Conferências.

Em 1953: Guaranésia recebe a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima.

Em 1958 : é fundada a Cruzada Eucarística que ganhou alento na década de 60.

Em 1961: Guaranésia passa a ser a sede da Comarca Forânea de Nossa Senhora das Dores.

Em 1964: é um ano particularmente precioso para os católicos pois foi celebrada, na Matriz, a primeira Missa em Português com o Padre voltado para os fiéis (15/08/64). Em Outubro foi introduzida a Santa Bíblia na Igreja Matriz, até então vedada ao povo católico.

Em 1965: começa a Campanha da Fraternidade que vem ganhando terreno na vida religiosa.

Anos 90: a Capela de Bom Jesus toma ares de Igreja, passando por grande reforma. A Renovação Carismática e a Pastoral da Juventude têm atuação marcante no Bom Jesus.

Em 1994: surge a Capela de São João Batista, na Vila Nunes.

Em 1989: Pároco – Pe. Álvaro Alves da Silva.

Atualmente o Movimento dos Jovens, dos Cursilistas, das Novenas de Natal e Páscoa, da Mãe Rainha, dos Vicentinos e das Pastorais têm feito um trabalho louvável pois unem um culto divino ao exercício da caridade pregada por Cristo.

A devoção à Santa Bárbara surgiu como a primeira expressão de uma fé simples, de um pequeno povoado que existiu às margens do rio do Canoas, no começo do século XIX.

Conta-nos a tradição oral que a Santa, ao ser invocada, salvou um homem que ia ser esmagado por uma árvore. Em agradecimento ao milagre, ergueu-se, naquele lugar, uma Capela em louvor à Santa Bárbara, que continuou protegendo a vila que surgia e hoje é a nossa Padroeira oficial, com seu dia em 4 de Dezembro decretado feriado municipal.

O documento mais antigo que se tem é de 30/04/1858. È uma provisão de Curato, registrada na então Vila de Jacuí, em favor da Capela de Santa Bárbara, tornando-se independente.

No primeiro livro do Tombo há referência à Fundação da Paróquia em 1855, sem documentação. Há um documento de número 14, da família Souza Dias, que registra a Provisão do Oratório, datada de 20/01/1857, em favor da Fazenda Correnteza, documento que passa a ser o mais antigo da Paróquia. Ambos foram outorgados por D. Antônio Joaquim de Melo, da Diocese de São Paulo.

25 comentários sobre “Parochia de Santa Bárbara

  1. Antonio Corrêa Carlos Filho

    Sou Antonio. Meus avos se casaram nesta cidade e então gostaria de saber se tem alguma certidão de casamento religioso deles. Católicos: Carlos Vitório e Mariana Corrêa. Ele nascido em Roncoferraro MN em 1883, filho de Dionisio Rebecchi (mas aparece como Robeque na certidão de casamento civil) e Rosa Pinotti. Ela filha de Antonio Corrêa Pereira e Maria das dores, nascida em Campo Belo-MG, consta que ela tinha 15 anos, e foi realizado no cartório em 06/11/1909. Se alguém souber de mais alguma informação dos meus avós, por favor me comunique: carlosfac@ibest.com.br, moro em Marília, sp.

  2. Janaina Tozo

    Meu nome é Janaína Tozo.
    Sou vizinha da igreja de NS APARECIDA houve uma festa que teve início no dia 03/10/2013 até 13/10/2013.E infelizmente o que era pra ser uma grande comemoração para nós vizinhos se tornou um grande tormento…do início e a semana seguinte tds os dias havia QUEIMA DE FOGOS sem horário tanto incodava que o pior foi no dia 12/10 a queima teve início as 10:00hs e o restante do dia todo e foi até as 21:45hs.Será que isso não é falta de respeito com nós vizinhos.Será que não seria mais justo e humano trocar FOGOS POR ALIMENTOS E FAZER UM ALMOÇO PARA PESSOAS CARENTES.Acho que não adianta nada dizer na missa para respeitar o próximo e fora da missa desrespeitar o direito de paz e sossego de pessoas que acordam as 05:30hs da manhã para trabalhar…Fica o meu desabafo.Obrigada.

  3. Juscelino Costa.

    Uma curiosidade da minha época era presentear as crianças que assistiam á missa !
    Bem, era assim, as crianças presentes na missa das 10 ( creio que era êsse horário) recebiam um cupom. No final do ano, antes do Natal, aquele que tivesse mais cupons era o primeiro a entrar numa sala repleta de presentes. Tinha direito a escolher apenas um presente !
    No grupo Escolar também tinha algo parecido, era feito uma chamada para ver aqueles que tinha faltado á missa. Essa chamada era levantando a mão para aqueles que não foram, os demais automaticamente ganhavam pontos !
    No final do ano também tinha presentes para os que mais tinham pontos!!!
    Um abraço a todos !!!

  4. silvia ribeiro de souza

    Meus pais José Souza Ribeiro e Maria Conceiçao Ribeiro,casaram em 17/09/1938 nesta igreja,e foram muito abençoados,ficaram casados até 1992 qdo faleceu minha maezinha,depois em 07/04/2001 faleceu meu paizinho,muita saudade,eles sempre falavam de Guaranesia e Guaxupé,sei que tenho parentes em Guaxupé e Guaranesia,mas nao tenho contato infelizmente,esse ano pretendo visitar a cidade e tentar encontrar alguem da minha familia.E visitar a Igreja,se Deus quiser.

  5. MARTANOGUEIRA DE ANDRADE

    ADORO ESTA CIDADE NACI E VIVI MUITOS ANOS AI VOU SEMPRE APASSEO TENHO MUITOS PARENTES AI QUANTO AS FOLIAS DE REIS MUITO BOM MEU PAI ERA DEVOTO DE SANTO REIS QUE NUMCA ACABE ESTA TRADIÇAO TODOS ANOS LEVO MEUS NETOS PARA VER A FOLIA DE REIS ELES ADORA BEIJO GOSTARIA QUE DIVULGASE MAIS A IGREJA AGULADA CONCEIÇAO E TEMINACE A CONTRUÇAO BEIJOS AOS MES COTERANOS

  6. ana maria loyola

    Gostaria de saber se ainda existe o grupo de Pia União das Filhas de Maria em sua paróquia. Estou fazendo o levantamento da história e traçando o perfil atual desta associação no país. Grata

  7. Wagner

    Bom dia a todos

    Estou procurando informações ou cópia dos batistérios de meus parentes:

    Alfredo Alves de Oliveira – Nascimento cidade Guaranesia – Ano 1900 – Avô Materno

    Marcilia Alves de Oliveira – Nascimento cidade Gurarnesia – Ano desconhecido – Avó paterna

    Sebastião Alves de Oliveira – Nascimento desconnhecido – Bisavô materno

    Amélia Alves de Oliveira – Nascimento desconhecido – Bisavó materna

    Os custos pelos documentos e envio por minha conta.Caso não tenham informações favor retornar.

    Obrigado antecipadamente por qualquer informação, que Deus Pai sempre abençõe as pessoas desta diocese.

    Wagner Magalhães
    Tel: 11 4201-7247

  8. William Horst Richter

    Os primeiros livros são de 1838, copia feita pelos Mormons

    Batismos 1838-1871 (desordenado) VAULT INTL Film
    1285407 Item 3
    http://www.familysearch.org/eng/library/fhlcatalog/supermainframeset.asp?display=titlefilmnotes&columns=*%2C0%2C0&titleno=295499&disp=Registros+paroquiais++

    Batismos 1871-1893 (desordenado : falta anos : inclui filhos livres de escravos) VAULT INTL Film
    1285407 Item 4

    Batismos 1877-1902 VAULT INTL Film
    1285407 Items 5-7

    Batismos 1899-1902, 1923 VAULT INTL Film
    1285407 Item 8

    Casamentos 1858-1911 VAULT INTL Film
    1285408 Items 1-3

    Óbitos 1857-1884, 1892-1893 VAULT INTL Film
    1285408 Item 4

    Óbitos 1893-1919 VAULT INTL Film
    1285408 Item 5

  9. reginaldo luiz

    lembro tb das folias de reis do jorge carretel e do tonico.

    o gente briguenta.

    ei prof. ivan sei muito de guaranesia

    meu pai deve ter fotos qdo tinha o jogo alfaiates x sapateiros

  10. Juscelino Costa

    O mineiro além de tradicionalista é um povo muito religioso ( pelo menos na minha época o era ), e como não falar da semana santa, data tão importante do cristianismo. Naquele tempo a quaresma era reverenciada em toda sua plenitude, dia após dia,contado nos dedos das mãos, 40 dias, sem esquecer um sequer.
    A procissão do Senhor morto que saia da Paróquia, e a outra de Nossa Senhora das Dores vindo do lado da Vila Operária ,encontravam próximo ao forum, ainda na praça principal,momento de muita emoção ,levando não muito raro devotos ás lágrimas.
    Outra tradição da semana santa eram as matracas, na frente e nos lados da igreja, um barulho incensante, tornando a sexta-feira um dia realmente diferente, mistico, sacro, santificado.
    Foi nessa igreja que iniciei nos mistérios da essência do cristianismo.

  11. Juscelino Costa

    Uma pitadinha sobre a folia de reis da minha época – participei como palhaço numa folia mirim patrocinada pela familia Nardi, dos 8 aos 10 anos.
    Como gostava demais das folias,e, não sabia tocar instrumentos, fui de palhaço mesmo. Minha mãe mesmo a contragosto ( mãe é mãe ) fazia calças de flanelas para eu pular, usava uma máscara de couro, e calçava alpargatas rodas, famosa enxuga poça. Existia um ditado na época que dizia que todo palhaço teria que pular 3 anos ou 7 anos, número diferente desses traria desgraça. Num trabalho de faculdade que fiz sobre as folias de Reis muitos anos depois descobri o por que dos números 3 e 7. Folia de Reis tem ligação com o cristianismo, que por sua vez originou do judaísmo, 3 e 7 são números cabalistico, aprofundei no estudo da cabala e descobri o fio da meada, não vou prolongar pois o assunto é muito extenso.
    Quando uma folia adentrava em uma casa com presépio a cantoria era diferente, senão soubesse cantar de forma correta a folia ficava presa na casa, apenas uma outra folia podia tirar essa, desde que conhecesse a súplica correta. Aconteceu uma vez de sermos solicitado para libertar uma, prova que nossa folia mirim sabia das coisas.
    Um abraço a todos.

  12. Juscelino Costa

    Ivan, primeiramente desejo expressar meus mais profundos agradecimentos por essa maravilhosa oportunidade que o senhor nos dá, de voltarmos no tempo e lembrar de um passado tão querido que ficou marcado dentro de nossos corações. Quanto a monografia sobre as folias de Reis infelizmente não tenho mais, já se fazem um bocado de anos.
    Coloco-me á disposição para garimpar em diversos sebos tanto de Sorocaba como de São Paulo para encontrar livros sobre o tema, desde que o senhor queira. É só passar o endereço para envio.Se precisar de livros sobre outros assuntos que possam interessar á casa da Memória passa a relação dos mesmos, ficaria contente de poder dar essa pequena contribuição.
    Um grande abraço.
    juscelinocostta@yahoo.com.br

  13. Prezados Juscelino e Yvany, estamos editando vídeos gravados com Folias de Reis em Guaranésia e breve publicaremos. Esse tema sem dúvida merece a sua página.
    Contribuições como fotos, textos e vídeos sobre as folias serão bem vindas.
    abraços
    Ivan

  14. Juscelino Costa

    Yvany, na minha época existiam muitas folias de Reis na cidade, existem ainda em grande número? Outro detalhe curisoso, era proibido a folia visitar as casas que ficavam na parte central da cidade, uma vez fomos perseguidos pela policia por que cortamos caminho pelo centro, ainda há essa discriminação?
    Um abraço.

  15. Juscelino Costa

    YVANY, a familia Nardi na época patrocinava uma folia de Reis de crianças, na qual eu participava. Embora todos de tenra idade, era tudo levado muito a sério. Nosso cantor principal era o Silvinho Araújo.
    Quando estudava no Mackenzie, curso de Engenharia Elétrica, fiz um trabalho sobre o folclore brasileiro, escolhi como tema a folia de Reis, para matar a saudade dos velhos tempos.
    Um abraço.

    • jocelem oliviera miguel

      Oi Juscelino o Silvinho Araujo é meu sobrinho, mora em Monte Santo e é casado com minha sobrinha Maria. Lembro da folia de reis mas nao lembro dele cantando. Atualmente meu tio Joaquim de Oliviera ( Joaquim pedreiro) sempre da almoço para os folioes no 1 dia do ano. fui uma vez e é muito bonito quase nao mudou nada.Um abraço

      • Juscelino Costa

        Jocelem, pergunta para o Silvinho se êle lembra do filho do soldado Otávio. Êle cantava sim, só que a nossa folia era de meninos.
        Um abraço.

  16. YVANY DIAS VILA

    Juscelino, existe Folia de Reis sim! Tenho participado todos os anos da
    Festa de Reis no Sítio da Família do Zé Cesário na Graminha, Municipio
    de Guaranésia.Festa linda! o ritual da chegada é emocionante! o terço,
    muita comida, muita musica…
    A folia de reis é uma das tradições folcloricas marcantes de Guaranésia
    e deveria fazer parte desse blog…

  17. Juscelino Costa

    Fiz a minha primeira comunhão nesta igreja. Todos os domingos minha mãe colocava em mim uma roupa nova ( aquela que só é usada aos domingos ) para ir assistir á missa das 10 horas, que tempinho bom.
    As festas de Santa Barbara em Dezembro,e, Santo Antônio em Junho eram muito esperadas, Junho fazia um frio de doer.
    Depois da festa de Santa Barbara era o tempo das folias de Reis, como era bonito. Existe ainda folias de Reis?
    Não li nada ainda sobre essa antiga tradição da cidade

    • sto andre sao paulo

      que inveja gostaria de um dia voltar a morar ai meu pai faleceu agora dia 19 de agosto o carretel quanta saudades dos shwous sertanejo que eu fazia com ele quem nao se lenbra de carretel e marlene a todos os guaranesiano quele abraço que DEUS abençoe atodos

  18. YVANY DIAS VILA

    Que saudades! Meus pais casaram nesta Igreja, batizaram os sete filhos.Foi ai,. que fiz a primeira comunhão. Quanta saudade das festas de Santo Antonio e Santa Bárbara! Lembro das aulas de catecismo com as Professoras Jarina e Fernandina Tavares.
    Todas as vezes que vou a Guaranésia, visito a Igreja.
    Mais uma vez Prof. Ivan, parabéns pelo belo trabalho!

    Um abraço

    Yvany

Deixe um comentário. Sua opinião é muito importante!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s