Guaranésia perde um dos seus grandes filhos


O falecimento do Dr. Antonio Delorenzo Neto em São Paulo em 07-07-2015, faz Guaranésia perder um, se não o maior, dos seus grandes filhos.

Avião “Catulo da paixão Cearense”
Avião de Guaranésia “Catulo da paixão Cearense”, batizado pelo Dr. Antonio, 1947.

Sociólogo de renome nacional e internacional, encontramos neste artigo um conjunto de estudos sobre o urbanismo e planejamento urbano-regional no contexto do pensamento municipalista brasileiro e interamericano pela interlocução da trajetória profissional de Antonio Delorenzo Neto, sobretudo a partir do momento em que assumiu a direção do Instituto de Estudos Municipais da Escola de Sociologia e Política de São Paulo. Formado em Direito, atuou como Prefeito Municipal de Guaranésia, como membro da SAGMACS em São Paulo, participou ativamente de instituições municipalistas como a Organización Interamericana de Cooperación Intermunicipal e Associação Brasileia de Municípios, tendo também exercido atividade acadêmica no Instituto de Estudos Municipais, onde organizou o I Seminário Interamericano de Estudos Municipais em 1958 para discutir, entre outros temas, o tema “o município em face do planejamento regional”. Nesse sentido, neste artigo, a trajetória de Antonio Delorenzo Neto nas décadas de 1950 e 1960 está cotejada com os principais eventos profissionais e institucionais do contexto municipalista interessado nos temas do planejamento regional, planejamento municipal-urbanismo, planejamento nacional, autonomia política e descentralização administrativa. Contexto intelectual que fomentou a elaboração de vários estudos publicados ao longo de sua vida profissional, entre eles, “A Planificação Municipal de Guaranésia”, publicado em 1951, e a trilogia “Estudos Municipais – 1948/1968”, especialmente o primeiro volume, denominado “Interpretação do Desenvolvimento Municipal”, publicado em 1968. Portanto, um estudo inicial sobre temas centrais e eventos importantes da trajetória de um jurista de formação que assumiu o planejamento para o desenvolvimento municipal como eixo estrutural dos trabalhos que realizou. Para saber mais acesse: http://unuhospedagem.com.br/revista/rbeur/index.php/anais/article/view/4610/4479